Topo
pesquisar

Construtores da Física

Física

Aqui você encontrará um pouco das histórias de vida de homens e mulheres que contribuíram significativamente para o desenvolvimento da Física.
PUBLICIDADE

Desde a Antiguidade, o homem tenta compreender e explicar os fenômenos naturais que o cercam. Na maior parte das vezes, as explicações estavam fundamentadas em crenças e no poder de divindades, por isso, é comum vermos poderes de deuses atribuídos a fenômenos naturais. Como exemplo, podemos citar Zeus, o deus dos raios e trovões, e Apolo, o deus que transportava o Sol de um lado a outro do céu. A história da Física iniciou-se quando o homem deixou de utilizar explicações místicas e passou a procurar formas naturais para entender a natureza.

Início dos estudos em Física

A Física, conhecida pelo termo Filosofia Natural, começou a ser desenvolvida com as contribuições dos filósofos gregos, que, por meio de observações, tentavam explicar a composição dos corpos e a ocorrência de determinados fenômenos. Entre os filósofos dessa era, destaca-se Aristóteles, que trouxe muitas contribuições para o estudo do movimento dos objetos, queda livre, formação do universo, gravidade etc.

Evolução da Física após a Idade Média

Novos estudos que proporcionaram o desenvolvimento da Física só voltaram a ser realizados em quantidade significativa após a Idade Média, durante o período conhecido como Renascimento.

Um grande episódio sobre a evolução do pensamento científico foi a contribuição ousada de Nicolau Copérnico, que afirmou que o universo era arquitetado de forma que o Sol ocupava o centro do universo. Esse raciocínio confrontava a crença da Igreja Católica, que acreditava que, como o homem era a obra mais importante da criação de Deus, fazia todo sentido que ele ocupasse uma posição de destaque em relação às demais criações, sendo assim, ele deveria ser o centro de toda a criação.

Copérnico, por meio de observações e leituras, propôs que o modelo de universo correto era aquele em que a Terra e os demais planetas giravam ao redor do Sol. A proposta de Copérnico era um universo heliocêntrico, em que o Sol ocuparia o centro do universo.

Galileu Galilei é outro grande nome da Física. A partir desse cientista italiano, a ciência passou a seguir o método científico para afirmar suas descobertas e provar que elas eram verdadeiras. Observar os fenômenos, estabelecer um padrão matemático e realizar um experimento era a lei para a construção do saber.

Já no século XVII, o nome de destaque da Física foi Isaac Newton. Ele explicou fenômenos físicos e criou equipamentos que melhoraram a obtenção de dados astronômicos.

O seu livro Princípios fundamentais da Filosofia Natural, publicado em 1687, trouxe a explicação e aplicação de fenômenos tão cotidianos que nem mesmo percebemos a sua presença em nosso dia a dia. O simples fato de andar evidencia a Lei da ação e reação, em que empurramos o chão para trás e somos impulsionados por ele para frente.

Física e Revolução Industrial

A Revolução Industrial, ocorrida no século XVIII, foi marcada pela utilização de máquinas a vapor que executavam sozinhas o trabalho de muitas pessoas. Essas revoluções na indústria marcaram o início de uma nova era e só foram possíveis graças ao desenvolvimento dos estudos da Termodinâmica. Nesse contexto, destacou-se a figura de Sadi Carnot, responsável pelo desenvolvimento de um ciclo pelo qual a máquina trabalha com rendimento máximo possível.

O Século da Eletricidade

O século XIX foi marcado pelo desenvolvimento dos estudos de fenômenos de natureza elétrica e magnética. Nesse período, o Eletromagnetismo foi largamente difundido e inúmeras tecnologias foram desenvolvidas por meio dos avanços desse ramo da Física.

Hans Oersted, Michael Faraday e Nikola Tesla são alguns dos nomes que deram contribuições significativas para o desenvolvimento de inúmeras tecnologias.

Física nos séculos XX e XXI

Albert Einstein provavelmente é a figura mais emblemática do século XX. Foi responsável pelo desenvolvimento de teorias que explicaram os efeitos do movimento de corpos em velocidades próximas à da luz e ganhou o prêmio Nobel por ter explicado de forma correta o efeito fotoelétrico.

Ainda no século XX, podemos citar o astrônomo Carl Sagan, um dos maiores divulgadores da Ciência. Sagan foi um colaborador muito ativo da NASA e deu contribuições, inclusive, à missão de lançamento do homem à Lua.

Atualmente, a Física é uma ciência extremamente difundida e desenvolvida. O século XXI está sendo marcado pelo estudo e desenvolvimento de teorias relacionadas com a Mecânica Quântica.

Logo mais abaixo você encontrará textos específicos que contam a história de vida de grandes personalidades que realizaram contribuições significativas para a Física. Bons estudos!


Por Joab Silas
Graduado em Física

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA