Topo
pesquisar

Bóson de Higg

Física

O LHC em busca do Bóson de Higg
O LHC em busca do Bóson de Higg
PUBLICIDADE

Os aceleradores de partículas são utilizados com a finalidade de chocar partículas de prótons. Estas, ao se chocarem, produzem outras partículas que são espalhadas em várias direções. Para realizar a captura de tais partículas, os aceleradores contam com diversas camadas de sensores. Os sensores, por sua vez, têm a finalidade de verificar as propriedades dessas partículas, tais como sua energia e a rotação que adquirem após a colisão.

Estudos estão sendo realizados com a finalidade de descobrir qual é a partícula fundamental que caracteriza a massa do Universo. Essa partícula é chamada de Bóson de Higg, também conhecida como a “partícula de Deus”.

Inicialmente, achou-se que o átomo era uma partícula indivisível da matéria, mas com estudos mais aprofundados pelos físicos, percebeu-se que o átomo era composto por partículas ainda menores. Entre essas partículas descobertas podemos citar os quarks e léptons, férmions e bósons. Estudos revelaram que essas partículas não possuíam massa; dessa forma, ainda não se tem uma explicação plausível que explique o porquê dos prótons, nêutrons e elétrons possuírem massa.

O Grande Colisor Hádrons, mais conhecido como LHC, tem a finalidade de descobrir o Bóson de Higg, que na verdade ainda é uma partícula considerada hipotética, proposta a fim de explicar o modelo atual dado para a partícula.

Acredita-se que com a descoberta da “partícula de Deus”, pelo grande LHC, seja possível esclarecer por que todas as outras partículas possuem massa.

Por Domiciano Marques
Graduado em Física
Equipe Brasil Escola

Física Moderna - Física - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Domiciano Correa Marques da. "Bóson de Higg"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/fisica/boson-higg.htm>. Acesso em 24 de setembro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA