Topo
pesquisar

Aversão à Radiação

Física

PUBLICIDADE

A palavra radiação não soa bem aos ouvidos da população, e a aversão a essa forma de energia abrange grande parte dela. Os acidentes radioativos ocorridos em Chernobyl (1986) e Goiânia (1987) trazem um simbolismo muito grande em razão das consequências que milhares de pessoas sofreram em virtude da radiação.
Radiação é a propagação de energia por meio de ondas eletromagnéticas ou partículas. As ondas eletromagnéticas são subdividas de acordo com o comprimento de onda (ג) que elas possuem (poderia ser pela frequência ou pela energia) e ordenadas no espectro eletromagnético, como pode ser visto a seguir.


Espectro Eletromagnético

Em meio à tabela anterior, temos as ondas eletromagnéticas: micro-ondas, ondas de rádio, infravermelho, luz visível, ultravioleta, raios x, raios y e todas estas ondas são radiações eletromagnéticas.
As radiações corpusculares são constituídas por feixes de partículas elementares, tais como prótons, elétrons, nêutrons... e outras.
As radiações podem ser divididas em dois grupos: ionizantes e não ionizantes. A perda ou o ganho de elétrons pode tornar um átomo ou uma molécula ionizada. Logo, as radiações classificadas como ionizantes são aquelas que possuem a capacidade de remover elétrons da eletrosfera dos átomos, as não ionizantes não removem.
 


*parte das faixas de frequência da radiação ultravioleta são ionizantes e parte não ionizantes.

A ionização de moléculas do ser humano provoca riscos e danos à saúde dos mesmos, logo, a exposição à radiação ionizante deve ser evitada o máximo possível. Os danos biológicos ocorrem principalmente em razão das alterações celulares que as radiações ionizantes provocam, causando câncer, anemia, síndrome de down, albinismo.... dentre outros danos.
As radiações não ionizantes produzem também efeitos biológicos em nós, seres humanos, porém em menor quantidade e magnitude.
Percebemos então que podemos encontrar diversas formas de radiação; desde a luz do sol até os raios y (radiação mais energética). Se tememos tanto a radiação assim, o simples funcionar de um rádio (faz transporte de informações através das ondas de rádio = radiação) seria motivo de grande pavor, e isso não acontece.
O que acontece é que temos um convívio biológico mais harmonioso com as radiações não ionizantes do que com as ionizantes.
Mas isso não faz com que temamos as ionizantes, e sim tenhamos respeito.
 

Por Frederico Borges de Almeida
Graduado em Física

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ALMEIDA, Frederico Borges De. "Aversão à Radiação "; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/fisica/aversao-radiacao.htm>. Acesso em 25 de setembro de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA