Topo
pesquisar

Abastecendo o seu carro

Física

Gasolina, uma das derivadas do petróleo
Gasolina, uma das derivadas do petróleo
PUBLICIDADE

Termicamente, os líquidos se comportam como os sólidos, sofrendo uma dilatação volumétrica quando submetidos a uma variação de temperatura. A dilatação aumenta o seu volume, mas mantém sua massa constante, então, 10 kg de água possui diferentes volumes a 10 °C e 30 °C.

Usando como exemplo a gasolina, que possui um coeficiente de dilatação alto se comparado a outras substâncias (γ = 1,2 x 10-3 °C-1), onde você paga pelo volume abastecido e não pela massa de combustível, é mais vantajoso abastecer em um horário em que essa massa de gasolina ocupa o menor volume possível. Mas quando isso acontece?

A gasolina quanto mais fria, maior sua densidade (relação entre massa e volume), então, é melhor abastecer nessa situação. Como o processo de absorção de calor não é algo instantâneo, o combustível estará mais frio no início da manhã, pois passou a noite toda perdendo calor, enquanto no fim da noite, estará mais quente.

O melhor horário para abastecer o seu veículo, então, é no início da manhã, pois o combustível no tanque do posto estará mais frio. Como exemplo, um carro abastecido com 50 litros de gasolina a 20 °C, estacionado no sol durante todo o dia, no fim do dia a uma temperatura de 35 °C, terá o volume de gasolina aumentado em 0,9 litros.

Mas tome cuidado, não vá encher muito o tanque do seu carro, pois está correndo o risco do combustível transbordar.

Por Luciano Calaça
Graduado em Física

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ALVES, Luciano Calaça. "Abastecendo o seu carro "; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/fisica/abastecendo-seu-carro.htm>. Acesso em 22 de novembro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA