Topo
pesquisar

5 coisas que você precisa saber sobre as ondas sonoras

Física

Existem cinco coisas relacionadas com as ondas sonoras que você deve saber. Essas características opõem-se às definições cotidianas que temos do som.
Algumas características das ondas sonoras não são bem compreendidas em nosso cotidiano
Algumas características das ondas sonoras não são bem compreendidas em nosso cotidiano
PUBLICIDADE

Cotidianamente produzimos diversos sons e somos expostos a inúmeras fontes sonoras. Mesmo que o som seja algo tão comum em nosso cotidiano, existem algumas características que não são perfeitamente compreendidas. Veja uma lista com cinco itens relacionados com princípios físicos que envolvem as ondas sonoras.

→ O som é mais rápido em meios sólidos

As ondas sonoras são classificadas como ondas mecânicas, ou seja, necessitam de um meio para que a sua propagação seja possível. O som propaga-se por meio de vibrações geradas nas moléculas do material que compõe o meio de propagação. Quanto maior a proximidade das moléculas, maior será a velocidade das ondas sonoras e vice-versa. As moléculas de materiais no estado sólido possuem proximidade maior do que as moléculas de substâncias no estado líquido e gasoso, sendo assim, a velocidade do som é maior nos sólidos.

A temperatura afeta a velocidade do som em líquidos e gases, pois as variações dessa grandeza podem ocasionar aproximação ou afastamento das moléculas.

Existem alguns relatos de índios que colocavam os ouvidos no chão para detectar a chegada da cavalaria de tropas inimigas. As ondas sonoras produzidas pelo galope dos cavalos chegam primeiro pelo solo do que pelo ar, o que poderia dar vantagem para um possível contra-ataque indígena.

→ Altura não tem relação com volume

Cotidianamente dizemos que o som está alto ou baixo em referência ao volume, mas, do ponto de vista físico, volume e altura são definições distintas.

A altura é a característica relacionada com a frequência das ondas sonoras. Quanto maior a frequência, mais alto é o som e vice-versa. O som alto é definido como som agudo, e o som baixo é o som grave. Assim, quando dizemos que um som está alto, é porque as ondas sonoras possuem frequência alta, o que caracteriza o som como agudo.

O volume está relacionado com a intensidade das ondas sonoras, isto é, com a quantidade de energia produzida por uma fonte sonora em uma determinada região do espaço e dentro de um certo intervalo de tempo.

→ O som não pode ser polarizado

A polarização é a seleção das direções de propagação de ondas transversais feita por meio de uma espécie de filtro denominado de polarizador. A polarização é um fenômeno que pode ocorrer somente com ondas transversais, tipo de onda que possui propagação perpendicular à vibração. As ondas sonoras não podem ser polarizadas porque são ondas longitudinais, isto é, possuem a propagação paralela à vibração.

→ Existem sons inaudíveis aos seres humanos

O aparelho auditivo humano não consegue captar todas as ondas sonoras que chegam até ele, pois existe um intervalo de frequências audíveis para o ouvido humano. A capacidade da audição humana está compreendida entre o intervalo de frequências de 16 Hz a 20.000 Hz.

Os sons que possuem frequência menor que o mínimo de 16 Hz são denominados de infrassons. Já os sons que possuem frequência maior que o máximo de 20.000 Hz são chamados de ultrassons. O intervalo de audibilidade é variável, ou seja, o que para nós é infra ou ultrassom pode ser som audível para outro ser vivo.

→ A luz é extremamente mais veloz que o som

A velocidade das ondas sonoras no ar é de apenas 340 m/s, e a velocidade das ondas eletromagnéticas é de 300.000.000 m/s. Essa gritante diferença fica evidente quando observamos os raios e trovões. Os relâmpagos sempre são percebidos antes que o som produzido pelos trovões.


Por Joab Silas
Graduado em Física

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

JúNIOR, Joab Silas da Silva. "5 coisas que você precisa saber sobre as ondas sonoras"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/fisica/5-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-as-ondas-sonoras.htm>. Acesso em 18 de agosto de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA