Topo
pesquisar

Transporte Escolar

Educação

PUBLICIDADE

Com a correria do dia a dia, muitos pais não têm tido tempo suficiente para acompanhar seus filhos em suas atividades, deixando-os sob as responsabilidades dos transportes escolares.

Porém, se a empresa não possuir determinadas organizações, o estudante poderá sofrer muito, com o desgaste de passar horas e horas no trânsito, até chegar à escola ou a sua casa.

Muitas crianças e adolescentes ficam apáticos, sem ânimo para ir à escola, devido a esse problema. Além disso, acordar muito cedo e ficar muito tempo dentro de uma van ou ônibus escolar causará a volta do sono, o que prejudicará a concentração do estudante durante as aulas.

O primeiro aspecto a considerar para uma eventual contratação é que o horário de entrada e saída nas escolas são os horários de maior pico na movimentação das cidades, sendo sete da manhã, meio dia, treze horas e dezoito horas.

Com isso, é importante que o transporte tenha uma rota pelas proximidades da casa do aluno, pois as grandes distâncias elevam o tempo de percurso.

O estudante pode ajudar a agilizar o processo, mantendo seus materiais organizados e próximos, esperando no portão da escola a hora em que será chamado.

É importante se dirigir para a saída da escola, imediatamente após a batida do sinal, a fim de não atrasar.

Ser responsável com as tarefas de sala de aula também é outro aspecto a ser considerado, para não ter que permanecer na sala após o horário de saída, terminando suas atividades.

Um bom comportamento também é necessário, caso contrário, poderá ser retirado de sala e ter que passar alguns minutos após as aulas na secretaria da escola, a fim de conversar com a coordenação ou direção.

Uma ótima ideia é juntar outros colegas de turma ou da escola, que morem em bairros e ruas próximos, para que contratem a mesma empresa, pois isso fará com que o transporte se mantenha na mesma área, proporcionando um trajeto mais próximo e sem desvios.

Para que tudo corra bem, os estudantes não podem se esquecer de aspectos fundamentais como: o uso do cinto de segurança; não colocar mãos, braços e cabeça para fora do transporte; manter o ambiente dentro do mesmo tranquilo a fim de não desconcentrar o motorista; não tomar posse de objetos esquecidos no ônibus por outros estudantes; tratar as outras pessoas com cordialidade e atenção, pois estarão juntos todos os dias. Dessa forma, a rota para a escola ou para casa ficará mais rápida e mais tranquila, sem prejudicar o aprendizado.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

BARROS, Jussara de. "Transporte Escolar "; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/educacao/transporte-escolar-1.htm>. Acesso em 27 de julho de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA