Topo
pesquisar

A escolha do Brasil como sede da Copa de 2014

Educação Física

Entenda como foi o processo de escolha do Brasil como sede da Copa do Mundo de Futebol.
Presidente da FIFA anuncia Brasil como sede da Copa de 2014
Presidente da FIFA anuncia Brasil como sede da Copa de 2014
PUBLICIDADE

A passagem da Copa do Mundo pelo Brasil em 2014 é uma iniciativa da Federação Internacional de Futebol (FIFA) de levar o evento para outros continentes que não a Europa. A América do Norte recebeu o mundial em 1994, nos Estados Unidos; a Ásia, em 2002, na Coreia do Sul e Japão; e a África, em 2010, na África do Sul. Faltava a América do Sul, já que na Oceania o futebol não é muito popular.

Em 2003, ficou definido que a Copa do Mundo de 2014 seria na América do Sul. Além do Brasil, Argentina e Colômbia chegaram a se manifestar para sediar o evento, mas depois desistiram e, em 2006, o Brasil foi escolhido pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) como o único candidato do continente. O anúncio do Brasil como país-sede da Copa de 2014 foi feito em 2007 pela FIFA. 

Dezoito cidades candidataram-se a receber jogos do mundial, entre elas, doze foram escolhidas: Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Ficaram de fora Belém, Florianópolis, Goiânia, João Pessoa, Rio Branco e Teresina. De acordo com a FIFA, a escolha pautou-se na estrutura da cidade e na capacidade de receber turistas, mas a imprensa apontou que a política também foi um dos fatores.

Estádios da Copa de 2014
Estádios da Copa de 2014

Sedes escolhidas
Rio de Janeiro: Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã), 7 jogos;
Brasília: Estádio Nacional de Brasília (Mané Garrincha), 7 jogos;
Belo Horizonte: Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), 6 jogos;
Fortaleza: Estádio Governador Plácido Castelo (Castelão), 6 jogos;
Salvador: Arena Fonte Nova, 6 jogos;
São Paulo: Arena Corinthians, 6 jogos;
Porto Alegre: Estádio Beira-Rio, 5 jogos;
Recife/São Lourenço da Mata: Arena Pernambuco, 5 jogos;
Cuiabá: Arena Pantanal, 4 jogos;
Curitiba: Estádio Joaquim Américo Guimarães (Arena da Baixada), 4 jogos;
Manaus: Arena Amazônia, 4 jogos;
Natal: Arena das Dunas, 4 jogos.

A importância da cidade no cenário do futebol brasileiro parece não ter sido um dos fatores para a escolha das sedes. Muitos questionam a opção por Brasília, Cuiabá e Manaus, que gastaram dinheiro público na construção de estádios que correm o risco de não serem usados com frequência após o evento, os chamados “elefantes brancos”. Em Brasília, por exemplo, o estádio Mané Garrincha tem capacidade para 71 mil lugares, mas os times da cidade não costumam levar mais de quatro mil torcedores para os jogos. 

A escolha do país-sede da próxima Copa do Mundo de Futebol já aconteceu. O Mundial de 2018 vai voltar para a Europa e será realizado na Rússia, primeira vez que o evento ocorrerá em um país do Leste Europeu. A Rússia venceu as candidaturas de Holanda e Bélgica, Espanha e Portugal e Inglaterra. A Copa de 2022 será no Catar. 

Por Adriano Lesme
Graduado em Jornalismo

Fontes da imagem
Imagem 1: Franklin/Bongarts/Getty Images

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

LESME, Adriano. "A escolha do Brasil como sede da Copa de 2014"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/educacao-fisica/a-escolha-brasil-como-sede-copa-2014.htm>. Acesso em 18 de dezembro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA