Topo
pesquisar

Real

Economia e Finanças

Notas de 100 reais
Notas de 100 reais
PUBLICIDADE

Real é a atual moeda do Brasil, implantada no governo do presidente Itamar Franco, através de seu ministro da fazenda, Fernando Henrique Cardoso. Após várias tentativas, planos econômicos fracassados e sucessivas trocas monetárias (Réis, Cruzeiro, Cruzeiro Novo, Cruzado, Cruzado Novo, novamente Cruzeiro e Cruzeiro Real), Fernando Henrique procurou elaborar um plano que realmente fosse capaz de controlar a inflação.

Para isso, foi criada uma unidade real de valor (URV), onde uma URV correspondia a US$ 1. A URV passou a ser a referência de cálculo de preços, mesmo com o Cruzeiro Real ainda tendo um caráter de moeda. Aos poucos, este caráter foi sendo deixado, e após Fernando Henrique ser eleito presidente, o real nascia como a nova moeda brasileira.

O modelo do Plano Real foi capaz de conter a inflação descontrolada que assolava a economia do Brasil, afinal, foi adotado um regime cambial fixo a um conjunto de moedas liderado pelo dólar americano. Para se ter uma idéia, a moeda brasileira atingiu sua cotação máxima no dia 31 de Março de 1995, quando R$ 1,00 chegou a valer US$ 1,20.

O efeito de uma moeda valorizada fez com que a sociedade apoiasse o Plano Real, já que os trabalhadores não tinham mais motivos para reivindicar aumentos salariais, pois as pessoas passaram a ter um poder aquisitivo bastante elevado. O regime cambial fixo do real acabou em janeiro de 1999, devido a uma crise monetária.

Existem duas famílias de moedas em circulação atualmente. A primeira foi emitida entre os anos de 1994 e 1997 e é toda em aço inoxidável; até hoje, apenas a moeda de R$ 1 foi retirada de circulação. A segunda família é composta por diversos tipos de metal e todas as moedas estão em circulação atualmente.

Por Tiago Dantas
Equipe Brasil Escola

Economia - Brasil Escola

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA