Topo
pesquisar

Brinquedos Chineses

Economia e Finanças

A China é o primeiro lugar em exportação de brinquedos
A China é o primeiro lugar em exportação de brinquedos
PUBLICIDADE

Não há quem ainda não teve um brinquedo “Made in China”, esses são brinquedos legais e mais baratos que os nacionais. Mas, até que ponto eles se tornam realmente baratos?

Foram descobertos brinquedos chineses que prejudicam a saúde e o bem-estar das crianças. Substâncias e produtos, como a querosene, alcatifa, pedaços de carpetes sujos, papel sujo, pedaços de embalagens plásticas de macarrão instantâneo, vírus, bactérias e tintas de chumbo, foram encontrados em diferentes brinquedos exportados e comercializados em nosso país que é o terceiro que mais recebe brinquedos chineses. Há também aqueles com pontas afiadas e os que se desprendem facilmente podendo ferir ou asfixiar uma criança.

Tais brinquedos são enviados para todo o mundo, dando à China o primeiro lugar em exportação de brinquedos, e chegam até nossas casas a preços bem acessíveis, mas ao sair às compras é necessário estar atento ao que levamos pra casa. Brinquedos que desperta dúvidas e suspeitas não são aconselháveis.

Por Gabriela Cabral
Equipe Brasil Escola

Economia - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DANTAS, Gabriela Cabral da Silva. "Brinquedos Chineses"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/economia/brinquedos-chineses.htm>. Acesso em 22 de novembro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA