Topo
pesquisar

Pólipos nas pregas vocais

Doenças e patologias

PUBLICIDADE

As pregas vocais podem apresentar lesões contendo sangue, denominadas pólipos. De caráter benigno, as principais causas de sua ocorrência são o esforço vocal – sussurrar, falar muito alto, falar demasiadamente quando gripado, pigarrear, tensionar certas sílabas, etc. - e o tabagismo. Acredita-se que processos alérgicos e refluxos gastroesofágicos também podem propiciar este quadro.

Ocupando área variável e apresentando-se solitários ou em conjunto, são de massa lisa, gelatinosa e translúcida. Atingem as mais diversas faixas etárias, em ambos os sexos. A rouquidão é um de seus sintomas, já que tais formações atrapalham a vibração normal das pregas vocais. Irritação e presença de muco também podem indicá-los.

A presença destes fatores associados, com duração de mais de dez dias, requer a análise das cordas vocais por um médico otorrinolaringologista. Este examinará as cordas vocais com auxílio de um espelho, e poderá solicitar uma biópsia, a fim de descartar um possível câncer. Caso seja confirmada a presença de pólipos, o tratamento poderá ser feito com o uso de corticoides ou cirurgia, em casos mais avançados.

É importante, também, que o paciente tenha um acompanhamento com o fonoaudiólogo, a fim de se informar sobre os cuidados que deve ter com sua voz e aplicar tais conhecimentos em seu dia a dia.

Não fumar, não ingerir álcool em excesso, não falar enquanto pratica exercícios físicos, não ingerir derivados do leite e chocolate antes de usar intensivamente a voz, evitar ambientes empoeirados e/ou com cheiros fortes, articular as palavras, falar pausadamente e ingerir bastante líquido; são algumas medidas capazes de promover a saúde de suas cordas vocais!

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia
Equipe Brasil Escola

Doenças - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "Pólipos nas pregas vocais"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/doencas/polipos-nas-cordas-vocais.htm>. Acesso em 28 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA