Topo
pesquisar

Hérnia inguinal

Doenças e patologias

A hérnia inguinal surge na região da virilha e deve ser tratada rapidamente.
PUBLICIDADE

Quando falamos em hérnia, logo pensamos em hérnia de disco. Entretanto, existe uma grande variedade de tipos, como a hérnia da parede abdominal. Podemos definir esse tipo como uma protrusão de órgão ou tecido através de aberturas anormais na parede abdominal.

Na parede abdominal, podem surgir hérnias do tipo: inguinal, femoral, umbilical, epigástrica e incisional. Acredita-se que 75% das hérnias estejam na região inguinal, ou seja, na região da virilha.

De um modo geral, a hérnia inguinal acomete principalmente homens em idades extremas (crianças ou idosos). Em idosos, ocorre em razão do enfraquecimento de músculos da parede abdominal.  Em crianças, normalmente ocorre em virtude de um defeito congênito. Existe uma relação entre o surgimento desse tipo de hérnia com constipação intestinal, obesidade, tabagismo, doenças de próstata, entre outras.

Os sintomas de uma hérnia inguinal são dor e uma protuberância na região da virilha. Geralmente a protuberância fica mais acentuada após tosse ou esforço físico, assim como a dor.

Podemos dividir a hérnia inguinal em dois tipos distintos: a direta e a indireta.

A hérnia inguinal direta é aquela formada em um ponto frágil da parede abdominal. Tem forte relação com o tabagismo, com a idade, desnutrição e profissão (esforço físico).

Na hérnia inguinal indireta, sua formação ocorre em virtude da migração do testículo e ovário no corpo do feto. Quando ocorre a migração do testículo para a bolsa escrotal, a parede abdominal fica com uma região frágil, favorecendo, assim, a formação de hérnias. Na mulher, o ovário migra para dentro da bacia, formando também uma região frágil.

A simples avaliação médica pode ser suficiente para o diagnóstico, mas, em casos duvidosos, recomenda-se o uso de ecografia e ultrassonografias. O tratamento baseia-se na cirurgia, sendo que o ideal é que ela seja realizada o mais rápido possível antes de possíveis complicações.

Uma das complicações que podem ocorrer é o encarceramento, que acontece quando o intestino fica preso no saco herniário. Nesse caso, ele não volta para dentro do abdômen.

Além do encarceramento, pode ocorrer o estrangulamento. Essa é uma complicação grave que ocorre quando o intestino se torce dentro do saco herniário. Isso faz com que os vasos sanguíneos sejam comprimidos e ocorra a obstrução intestinal. Pode ocorrer a gangrena da parte torcida do intestino, levando à sua ruptura e, consequentemente, a infecções graves.

Em casos de complicações, são realizadas cirurgias de emergência.

Procure seu médico caso esteja sentindo algum sintoma. O diagnóstico precoce é fundamental para evitar complicações.

––––––––––––––––––––––

* Crédito da Imagem: NHS.


Por Vanessa dos Santos
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Hérnia inguinal"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/doencas/hernia-inguinal.htm>. Acesso em 27 de maio de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA