Topo
pesquisar

Bócio

Doenças e patologias

PUBLICIDADE

Bócio é o termo que caracteriza o aumento de volume da glândula tireoidea. Por tal motivo, verifica-se um inchamento característico ou a formação de nódulos na região do pescoço de seus portadores. Tal fato faz com que o indivíduo tenha dificuldades para respirar e deglutir, além de tossir mais frequentemente.

Suas causas são variadas, mas todas elas estão relacionadas à ineficiência da secreção de seus hormônios, tanto excessiva quanto ineficiente: a falta de iodo (bócio endêmico), o uso de determinados medicamentos (bócio esporádico) e a presença de tumores na glândula são as principais.

O bócio decorrente da falta de iodo é registrado desde os tempos mais antigos, antes de Cristo, principalmente em regiões montanhosas e mais afastadas do mar. Atualmente, ocorre com menor frequência em razão da obrigatoriedade da adição de iodo no sal de cozinha.

Não há registros desta manifestação em populações indígenas e esta é mais frequente em mulheres de idade entre quarenta e cinquenta anos de idade.

O diagnóstico consiste na análise da história de vida do paciente e palpação da glândula, além de exames de sangue, a fim de verificar a dosagem do hormônio TSH; ultrassonografia e cintilografia. A punção biópsia por agulha fina (PAAF) é necessária para verificação de possível malignidade do bócio.

O uso de fármacos para controlar o funcionamento da glândula tireoidea e, em casos de tumor, a retirada desta, são medidas necessárias. É imprescindível o acompanhamento do médico, preferencialmente endocrinologista.

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "Bócio"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/doencas/bocio.htm>. Acesso em 31 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA