Topo
pesquisar

Apendicite

Doenças e patologias

A apendicite é uma doença que afeta o apêndice e desencadeia dor no quadrante inferior direito do abdome. O tratamento dessa inflamação é a cirurgia.
A apendicite caracteriza-se pela dor no quadrante inferior direito do abdome.
A apendicite caracteriza-se pela dor no quadrante inferior direito do abdome.
PUBLICIDADE

A apendicite é uma inflamação do apêndice que desencadeia dor abdominal. Em geral, essa condição é grave e necessita de intervenção cirúrgica. Podemos classificá-la em aguda, crônica e recorrente. O tipo mais comum é a aguda, que será abordada neste texto.

O que é o apêndice?

O apêndice vermiforme, ou simplesmente apêndice, é um órgão tubular que apresenta fundo cego, originado na parede do ceco. O apêndice apresenta comprimento em torno de 10 centímetros, possui um lúmen (cavidade) relativamente irregular, é pequeno e estreito e pode estar em diferentes posições.

O que causa a apendicite aguda?

A apendicite aguda geralmente é desencadeada por uma obstrução da luz (canal ou cavidade) do apêndice. Essa obstrução pode ocorrer pela presença de um fecálito (bolo fecal endurecido no intestino grosso) ou, ainda, por cálculos biliares, corpos estranhos, aumento dos linfonodos, parasitas ou tumores.

Quando o apêndice fica obstruído, há o acúmulo de muco e aumento da pressão dentro desse órgão. Verifica-se, então, o comprometimento da drenagem venosa, o que pode levar à isquemia (redução ou interrupção da irrigação sanguínea). Como consequência, surgem ulcerações, trombose arterial, gangrena e ruptura da parede, eventos que causam a invasão da parede pela flora bacteriana local.

A inflamação progride e estende-se ao peritônio parietal e vísceras adjacentes. Se a obstrução persistir, pode levar à necrose e à perfuração do apêndice. A perfuração é uma condição grave que merece atenção, uma vez que essa complicação faz com que a extensão da infecção aumente e atinja a cavidade peritoneal, o que pode levar à sepse (infecção generalizada).

Quais os sintomas da apendicite aguda?

A apendicite aguda caracteriza-se pela dor, a qual se inicia normalmente como uma cólica leve. Inicialmente, ela surge na região periumbilical, ou epigástrica, e, à medida que a inflamação progride, essa dor fica localizada no quadrante inferior direito, um sintoma característico da apendicite.

Além da dor, o paciente pode apresentar:

  • Anorexia;

  • Náusea e vômitos;

  • Diarreia ou constipação;

  • Febre baixa ou ausente. A Febre alta pode indicar perfuração do apêndice.

Vale destacar que alguns problemas ginecológicos, intestinais e urinários podem causar sintomas semelhantes aos da apendicite e, por isso, é necessária a ajuda médica para determinar o diagnóstico correto.

Como é feito o diagnóstico da apendicite aguda?

O diagnóstico baseia-se na análise clínica do paciente, a partir dos sintomas e dos sinais clínicos frequentes. Exames complementares podem ser realizados, mas, em razão da urgência do caso, não devem ser motivo para adiar uma possível intervenção cirúrgica em pacientes com sintomas típicos. Os métodos complementares mais utilizados para detectar essa infecção são a ultrassonografia e a tomografia computadorizada.

O que o médico faz em caso de apendicite aguda?

Na maioria dos casos de apendicite, é recomendada a retirada imediata do apêndice. Antibióticos também podem ser necessários para reduzir infecções.


Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Apendicite"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/doencas/apendicite.htm>. Acesso em 22 de janeiro de 2018.

Teste seus conhecimentos
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA