Topo
pesquisar

Sete superstições para uma sexta-feira 13!

Curiosidades

Os supersticiosos adotam alguns hábitos para afastar a má sorte quando o dia 13 cai em uma sexta-feira.
PUBLICIDADE

Para os místicos, a combinação da sexta-feira com o dia 13 não é muito agradável. Não é possível afirmar ao certo se a origem desse tabu é pessoal, religiosa ou cultural, mas, independentemente disso, trata-se de uma superstição que faz parte da tradição popular e do folclore.

Mesmo com a provável origem nos Estados Unidos ou em países da Europa, o receio da Sexta-feira 13 já está bem incorporado na cultura brasileira. Por medo da data, algumas pessoas criam hábitos para evitar o azar durante o dia. Sal grosso, arruda, ferradura e trevo de quatro folhas são apenas alguns objetos que os mais supersticiosos carregam para atrair sorte, principalmente durante esse dia.

Se você também não tem muita afinidade com a sexta-feira 13, é bom estar atento à lista que preparamos. Aqui relacionamos sete hábitos que podem lhe ajudar a superar o medo e, segundo a sabedoria popular, atrair sucesso para as atividades do dia.

1. Desça da cama com o pé direito

Segundo um antigo costume romano, os lados direito e esquerdo simbolizam o bem e o mal, respectivamente. Por isso, ao acordar, algumas pessoas preocupam-se em colocar primeiro o pé direito no chão, priorizam o calçado direito na hora de calçar e entram nos lugares pisando primeiro com o pé direito.

Outra superstição também se dá na cama, pois, para algumas pessoas, é preciso deitar e levantar pelo mesmo lado. Há uma tradição que diz que o mau humor está ligado ao fato de ter acordado do lado errado da cama.

2. Não olhar para gato preto

Os hábitos noturnos dos felinos associaram o animal ao demônio, com quem os gatos teriam um pacto. Além disso, a cor preta dos animais lembra as trevas, por isso, não traz boas energias. Na sexta-feira 13 e também em outros dias, os mais supersticiosos viram as costas para gatos pretos para evitar que esses animais passem na frente ou cruzem o caminho.

3. Cuidado com o espelho

Há uma série de cuidados que são recomendados com o espelho. O fato de quebrar, por exemplo, pode atrair sete anos de azar segundo a tradição popular. Olhar em um espelho quebrado pode, ainda, representar má sorte. Especialmente na sexta-feira 13, é aconselhado que eles estejam cobertos por um tecido, isso porque, de acordo com os místicos, a morte poderia ser vista no reflexo do espelho.

4. Não passar debaixo da escada

A escada é um símbolo de subida, de acesso social, de elevação. Passar por debaixo dela, de acordo com os supersticiosos, pode representar a renúncia a isso e distanciar do que faz crescer. Dessa forma, esse ato pode atrair azar para quem o comete.

5. Não abra um guarda-chuva em lugares fechados

Andar com o guarda-chuva aberto em alguns lugares dá azar, isso é o que diz uma superstição antiga. No entanto, para alguns estudiosos, o costume deve ter surgido de uma dica bem prática, uma vez que é difícil andar com o objeto aberto dentro de casa, por exemplo.

6. Não sirva refeições para 13 pessoas

O número 13, para os místicos, lembra a quantidade de pessoas que estavam com Jesus na última ceia, sendo Judas, o traidor, o último a chegar. Dessa forma, a recomendação é que as refeições sejam servidas para 12 ou 14 pessoas para evitar traições. Outra tradição diz que, se treze estiverem à mesa, o primeiro a se levantar será o primeiro a morrer.

7. Não deixe o pente ou a escova cair

Outro costume nesse dia é de evitar que a escova ou pente caia enquanto se arruma o cabelo. Isso pode ser um sinal de aborrecimento em qualquer dia do ano, então, em uma sexta-feira 13, é melhor ter mais cautela para que isso não aconteça.


Por Rafael Batista
Equipe Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

BATISTA, Rafael. "Sete superstições para uma sexta-feira 13!"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/curiosidades/sete-supersticoes-para-uma-sexta-feira-13.htm>. Acesso em 29 de junho de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA