Topo
pesquisar

Miscigenação da Língua Portuguesa

Cultura

PUBLICIDADE

Antes mesmo da descoberta do território brasileiro, já se falavam cerca de 1000 línguas diferentes, decorrentes da diversidade indígena existente. Após o descobrimento do Brasil, estabeleceram a língua geral derivada do tupinambá para que os índios e brancos se comunicassem.

Quando o território passou a ser povoado por portugueses, houve uma grande confusão gerada pelo bilinguismo e a partir daí o português se fez predominante no país com data de 1758, em substituição à língua geral.

A língua portuguesa é originada do latim vulgar que também se caracteriza como uma língua neolatina, que no período colonial passou a ser influenciada pelas línguas africanas trazidas pelos escravos, como é o caso do quicongo, quimbundo, fon, ioruba e outras que passaram a ser usadas por pessoas que viviam em contato com os negros. Palavras de origem africana como fubá, moleque, bunda, jabé, cachimbo, acarajá foram incorporadas no vocabulário brasileiro.

Após a independência do Brasil, houve uma grande imigração da Itália e Alemanha para o país, o que contribuiu com a diversificação de dialetos em diferentes regiões do país. Dessa forma, não é correto pensar que a língua pronunciada no Brasil é de origem portuguesa somente, pois possui influência indígena, portuguesa, africana, italiana, alemã e tantas outras aqui não citadas.

Hoje, é fácil miscigenar a língua brasileira, pois com a constante presença de turistas de todas as partes e residentes de outras nacionalidades, faz-se uma nova língua a cada dia.

Por Gabriela Cabral
Equipe Brasil Escola

Cultura - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DANTAS, Gabriela Cabral da Silva. "Miscigenação da Língua Portuguesa"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/cultura/miscigenacao-lingua-portuguesa.htm>. Acesso em 02 de dezembro de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA