Topo
pesquisar

Savanização da Amazônia

Geografia do Brasil

Segundo algumas pesquisas científicas, estaria em curso um irreversível processo de savanização da Amazônia, causado pelo aquecimento global e pelo desmatamento.
O desmatamento da Amazônia poderá intensificar a savanização da floresta
O desmatamento da Amazônia poderá intensificar a savanização da floresta
PUBLICIDADE

Entende-se pelo conceito de savanização o processo de transformação de uma vegetação natural, como uma floresta tropical ou equatorial, em uma área cuja paisagem assemelha-se à das savanas africanas ou à do cerrado brasileiro, com um campo ralo, árvores espaçadas e uma menor quantidade de folhas.

Há estimativas, nesse sentido, de que a Floresta Amazônica estaria passando por um grave e irreversível processo de savanização, o que seria responsável por impactos ambientais de grande porte na atmosfera e também na biosfera terrestre. Segundo o Painel Internacional para Mudanças Climáticas, o IPCC, a savanização da Amazônia já estaria ocorrendo e seria causada pelo desmatamento de parte da própria floresta, bem como pelos efeitos do Aquecimento Global.

A teoria que indica o processo de savanização leva em conta que o desmatamento da floresta pode levar a uma maior exposição dos solos às chuvas da região, fazendo com que ele seja “lavado” com mais intensidade pelo escoamento superficial das águas, um processo chamado de lixiviação. Com isso, diminui-se a disponibilidade de matéria orgânica, causando o empobrecimento do solo e também o maior acúmulo de sedimentos nos rios, assoreando-os.

Com os rios assoreados, os solos menos férteis e, consequentemente, uma fauna menos abundante, a quantidade de árvores diminui e a floresta perde a sua capacidade de recuperação, sendo substituída por uma vegetação mais espaça e semelhante àquela de parte do cerrado brasileiro. Essas árvores de pequeno porte conservam-se em razão do fato de serem mais adaptadas ao clima seco, que passará a fazer parte do ambiente local, pois era a própria Amazônia a principal emissora de umidade no ar através da evapotranspiração.

Outro fator que estaria contribuindo para a savanização da Amazônia seria o Aquecimento Global, pois a relativa redução das florestas e o aumento médio das temperaturas do planeta poderiam reduzir a umidade do ar em áreas do Pacífico, ocasionando também a intensificação de anomalias climáticas tais como o El Niño, que é responsável por eventos como as secas no Nordeste e a diminuição das chuvas amazônicas, o que contribuiria ainda mais para a savanização da floresta amazônica.

Essa poderá ser a paisagem da Amazônia caso a savanização ocorra
Essa poderá ser a paisagem da Amazônia caso a savanização ocorra

Savanização da Amazônia não é consenso entre os pesquisadores

Apesar de muitos pesquisadores e especialistas na área ambiental acreditarem que a savanização não só seja possível, mas que estaria ocorrendo e que seria mais bem percebida em pouco tempo, não existe um consenso a respeito disso no meio científico.

Pesquisadores de um centro de pesquisa do Reino Unido afirmam que os modelos teóricos que apregoam o risco de savanização das áreas naturais amazônicas erram por subestimar a capacidade da Floresta Amazônica de resistir aos eventuais efeitos do Aquecimento Global, com a perda de umidade e aumento das temperaturas. Para eles, a floresta tropical poderia transformar-se em uma floresta sazonal (com estações secas e úmidas alternadas) que não se transformaria em savana, mas que estaria, no mínimo, mais vulnerável a incêndios.

Não obstante, existe também uma série de questionamentos aos dados divulgados em 2007 pelo IPCC sobre a possibilidade de savanização. Alguns cientistas alegam que o relatório foi produzido com base em afirmações não comprovadas por parte de grupos e instituições ambientais, que erraram ao desconsiderar inúmeras variáveis sobre as condições geográficas locais.

O renomado geógrafo Aziz Nacib Ab'Saber, certa vez, chegou a afirmar que a teoria da savanização da Amazônia, sobretudo como fruto do Aquecimento Global, era uma “besteira”, em uma entrevista para o jornal O Estado de São Paulo. Para Ab'Saber, ao contrário, estaria em curso um fenômeno natural de “retropicalização” da vegetação no continente sul-americano, em razão das variações geologicamente antigas de alterações nos climas.

No entanto, mesmo os pesquisadores mais céticos em relação à existência da savanização na Amazônia temem pelos sucessivos processos de desmatamento, que poderiam dar um fim mais rápido à floresta tropical do que qualquer evento bioclimático resultante da ação humana. Por isso, além de conservar a floresta, é preciso combater politicamente os grupos responsáveis pela sua exploração ilegal.


Por Rodolfo Alves Pena
Mestre em Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PENA, Rodolfo F. Alves. "Savanização da Amazônia"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/brasil/savanizacao-amazonia.htm>. Acesso em 16 de agosto de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA