Topo
pesquisar

O garimpo na região Norte

Geografia do Brasil

Embora não seja uma atividade regulamentada e incentivada, o garimpo na região Norte do Brasil ainda atrai muitas pessoas.
PUBLICIDADE

Uma atividade desenvolvida na região Norte bastante questionada é a garimpagem. Como a região abriga em seu subsolo inúmeras jazidas de ouro, a atividade intensificou-se e atraiu milhares de pessoas.

A garimpagem é uma atividade extrativa mineral, que usa de técnicas rudimentares. A maioria dos garimpos que existem na região buscam, especialmente, ouro e diamante. As grandes áreas de concentração de jazidas se encontram no Pará, o vale do rio Tapajós; em Rondônia, o vale do rio Madeira; no Tocantins, rio Tocantins. É bom ressaltar que na Serra Pela (Pará), ainda existe essa atividade.

O garimpo não gera somente riqueza, pelo contrário, ocasiona uma série de problemas para a região Norte, muitos deles de caráter social. Isso em virtude da baixa qualidade de vida dos trabalhadores do garimpo, que vivem em pequenos povoados sem qualquer tipo de infra-estrutura (água tratada, esgoto, saúde, escolas, entre outros). Eles também desestabilizam a paz, pois invadem terras indevidas, como reservas do Estado e indígenas, muitas vezes, na base de confrontos violentos.

Os garimpeiros produzem também enormes impactos ambientais na região Amazônica. O principal causador dos inúmeros impactos produzidos, sem dúvida, é o mercúrio, substância usada para retirar as impurezas do ouro. O mercúrio é tóxico, contamina o trabalhador, os rios, os peixes, os animais silvestres e as pessoas que utilizam as águas da região.

Por Eduardo de Freitas
Graduado em Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FREITAS, Eduardo De. "O garimpo na região Norte "; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/brasil/o-garimpo-na-regiao-norte.htm>. Acesso em 30 de julho de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA