Topo
pesquisar

Vitamina E

Biologia

PUBLICIDADE

A vitamina E, com característica química lipossolúvel, compreende um complexo de substâncias conhecidas com tocoferóis, protegendo o organismo contra oxidações e contra radicais livres absorvidos do ambiente ou metabolizados pelo próprio corpo, principalmente na respiração celular.

Esses elementos são átomos ou moléculas com elétrons livres, ou seja, com a última camada eletrônica incompleta, tornando-os muito reativos e capazes de se ligarem a outros átomos ou moléculas, provocando danos em várias partes das células.

Estudos indicam que os radicais livres aceleram o processo de envelhecimento, podendo desencadear sérios problemas no coração e, entre outros problemas, a indução do aborto. Contudo, o uso excessivo da vitamina E, pode causar a esterilidade masculina.

Como a vitamina E é encontrada em muitos alimentos: óleos vegetais, leguminosas (trigo e amendoim), cereais integrais, vegetais folhosos, carnes magras e laticínios, é difícil encontrar alguém com deficiência dessa vitamina. Mas quando isso ocorre pode haver lesões nos órgãos com acentuado quadro anêmico, além de lesões musculares e nervosas.

Essas vitaminas tornam-se essencial, sendo parcialmente responsáveis pela regeneração de todos os tecidos do corpo, incluindo o sangue, a pele, os ossos, os músculos e nervos. Isto claramente é necessário a todos, porém ainda mais importante para pessoas ativas que forçam bastante seus corpos.


Por Krukemberghe Fonseca
Graduado em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

RIBEIRO, Krukemberghe Divino Kirk da Fonseca. "Vitamina E"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/biologia/vitamina-e.htm>. Acesso em 03 de dezembro de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA