Topo
pesquisar

Vírus de planta

Biologia

Planta infectada por vírus.
Planta infectada por vírus.
PUBLICIDADE

Doenças vegetais são causadas, em grande parte, por vírus. Estes possuem apenas um tipo de ácido nucleico e proteína, replicam-se somente a partir do seu material genético, e a maioria tem forma cilíndrica. São conhecidos pelo menos 1000 tipos de doenças virais em plantas, provocadas por aproximadamente 400 tipos desses organismos.

Geralmente, o contágio se dá de uma planta para outra, por enxertos (vírus da tristeza, sacarose, exocorte e xiloporose do citrus), disseminação de pólen e sementes (mosaico comum do feijoeiro), ou mesmo por meio de vetores (vírus do mosaico do pepino). Quanto a esse último, os exemplos mais comuns são os pulgões e afídeos, capazes de hospedar cerca de 600 vírus diferentes, geralmente liberados através da saliva.

Existe uma relação de especificidade entre os vírus de plantas e hospedeiros, contribuindo quanto à eficácia do contágio. Entretanto, as próprias condições ambientais e saúde da planta contribuem para tal.

Há, ainda, a possibilidade de um vegetal ser contaminado pelo simples contato mecânico (TWV e o mosaico das cucurbitáceas).

Redução da fotossíntese, síntese proteica, respiração, compostos fenólicos e agentes controladores do crescimento; com consequente aparecimento de manchas, alterações dos órgãos afetados, necrose, redução da produtividade, e retardo do crescimento; são os principais sintomas verificados.

Para diagnóstico, o fator principal é o reconhecimento das alterações causadas. O vetor e especificidade de determinados vírus a plantas específicas, também auxiliam quanto a essa questão.

Como nem sempre o manejo destes patógenos é eficaz, o ideal é que se vise à prevenção ao vírus. Para tal, eliminação de indivíduos doentes e controle de vetores, com o uso de óleo mineral, cultivo de barreiras com plantas resistentes aos vírus e cercamentos com telas, a fim de evitá-los, podem ser medidas muito eficazes.


Curiosidade:

Pesquisadores estadunidenses conseguiram criar um circuito de memória digital, semelhante a um chip de computador, por meio da junção de partículas do vírus do mosaico do tabaco e de platina, envolvidas por uma camada de plástico e um par de eletrodos.

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia
Equipe Brasil Escola

 

Veja mais!
Seção "Vírus"

Botânica - Biologia - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "Vírus de planta"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/biologia/virus-planta.htm>. Acesso em 18 de outubro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA