Topo
pesquisar

Plantas invasoras

Biologia

As plantas invasoras multiplicam-se exageradamente em um local, causando, muitas vezes, a diminuição drástica da biodiversidade de uma região.
PUBLICIDADE

As plantas são organismos vivos que apresentam uma grande importância para os seres humanos. Elas são responsáveis, por exemplo, por fornecer uma grande quantidade de produtos usados na alimentação, sendo muitas delas cultivadas para esse fim. Além disso, também são utilizadas para ornamentação – muitas espécies chegam a ser vendidas por valores inacreditáveis.

Por causa dessas várias aplicações, muitas plantas são frequentemente levadas intencionalmente para áreas diferentes do seu local de origem, além, é claro, daquelas que são transportadas de forma acidental. Essa mudança na área de desenvolvimento original da planta pode causar o surgimento de plantas invasoras, uma grande ameaça à biodiversidade.

O que devemos analisar para classificar uma planta como invasora?

Uma planta que se desenvolve em um local diferente do lugar original é chamada de espécie introduzida ou exótica. As plantas exóticas encontram algumas barreiras para seu desenvolvimento, como a falta de polinizadores naturais e a ausência de dispersores de sementes. Além disso, algumas espécies são levados para ambientes muito distintos, com tipos de solo e regime de chuvas diferentes, por exemplo.

Entretanto, algumas espécies conseguem vencer as dificuldades e desenvolvem-se em um ambiente novo. Com isso, essas plantas passam a se reproduzir e a se dispersar exageradamente pelo ambiente, tornando-se, assim, uma espécie invasora.

Impactos ambientais

A princípio, podemos imaginar que as plantas invasoras não causam grandes impactos ao ambiente, entretanto, qualquer espécie que é introduzida em um local novo afeta consideravelmente todo o ecossistema. As plantas invasoras multiplicam-se em grande quantidade e acabam competindo com as espécies de planta que ali vivem.

De maneira resumida, podemos dizer que a planta invasora retira completamente o espaço das plantas nativas. Elas passam a dominar a paisagem natural, modificar os ciclos naturais que existiam naquele ecossistema e, consequentemente, ameaçam a biodiversidade local.

Todos os ecossistemas são igualmente suscetíveis às plantas invasoras?

Vale destacar que alguns ambientes são mais suscetíveis à invasão de plantas que outros. Entre os fatores que deixam o local mais vulnerável, podemos destacar a baixa diversidade do ecossistema, a falta de predadores e parasitas para limitar a população em outra região e o elevado grau de perturbação do ambiente.

É importante salientar que, além de ambientes suscetíveis, há plantas que invadem áreas com mais facilidade que outras. Essas plantas geralmente possuem uma grande produção de sementes, as quais se dispersam facilmente pelo vento, chegam à maturidade de forma precoce, crescem rápido e são capazes de se adaptar em áreas degradadas.

Exemplos de plantas invasoras no Brasil

Existem várias espécies de plantas exóticas invasoras em nosso país, como a mamona, braquiária, capim-gordura, limoeiro, café, eucalipto, pinheiros, lírio-do-brejo, bambu, dendezeiro, leucena e espinho-de-jerusalém.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Plantas invasoras"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/biologia/plantas-invasoras.htm>. Acesso em 25 de maio de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA