Topo
pesquisar

Coito Interrompido

Biologia

O coito interrompido é um método contraceptivo, que pode ser utilizado por qualquer pessoa. Nesse método há a desvantagem de não haver nenhum tipo de proteção contra DST’s.
PUBLICIDADE

O coito interrompido é um método contraceptivo que consiste na retirada do pênis de dentro da vagina segundos antes da ejaculação, para que não ocorra a deposição de sêmen. Não é um método contraceptivo muito confiável, pois a ejaculação pode ser difícil de ser controlada, sendo difícil saber com exatidão o momento exato de se retirar o pênis do interior da vagina.

Outro fato que torna esse método pouco confiável é que antes da ejaculação as glândulas de Cowper, também chamadas de glândulas bulbouretrais, liberam uma secreção para lubrificar o pênis e neutralizar a acidez da uretra para a passagem do espermatozoide. Nessa secreção pode conter espermatozoides vivos suficientes para fecundar um óvulo.

A vantagem desse método contraceptivo é que por não ser necessário o uso de drogas ou outras substâncias acaba sendo uma alternativa para pessoas que possuem crenças religiosas que impedem o uso de outros métodos contraceptivos, e também para mulheres que se sentem muito mal com o uso de pílulas anticoncepcionais.

É um método que possui mais desvantagens do que vantagens, e entre as desvantagens podemos citar:

*        Não há proteção contra DST’s (doenças sexualmente transmissíveis);

*      A secreção liberada pelo sistema genital masculino durante “as preliminares” pode conter espermatozoides, que uma vez em contato com a vagina poderá resultar em gravidez;

*      O homem pode não conseguir retirar o pênis de dentro da vagina no momento certo, o que pode ocasionar a ejaculação e provocar uma gravidez indesejada;

*        Após a retirada do pênis, a mulher poderá precisar de estímulos para que consiga alcançar o orgasmo.


Por Paula Louredo
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MORAES, Paula Louredo. "Coito Interrompido"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/biologia/coito-interrompido.htm>. Acesso em 31 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA