Topo
pesquisar

Cera do ouvido

Biologia

A cera que temos dentro de nossos ouvidos serve para a proteção desse órgão do sentido tão importante em nossas vidas. Não é recomendado limpar o ouvido, pois, ao limpá-lo, você retira toda a camada de cera que o protege, deixando-o à mercê de vírus, bactérias e fungos, que podem causar infecções co
PUBLICIDADE

A cera do ouvido, também chamada de cerume ou cerúmen, é produzida por glândulas sebáceas que se encontram no canal auditivo da orelha externa. As glândulas sebáceas produzem esse cerúmen com pH ácido com o intuito de proteger os ouvidos de poeira e micro-organismos que podem afetar a audição causando infecções.

As glândulas sebáceas de algumas pessoas podem produzir cera numa quantidade maior do que a necessária. Nesse caso há um acúmulo de cera no canal auditivo e a pessoa pode ter surdez por condução, que é quando há algo bloqueando a passagem do som da orelha externa até a orelha interna. Quando isso acontece um médico deverá ser procurado para que retire de modo adequado o excesso de cera no canal da orelha externa.

A remoção da cera do ouvido pode ser perigosa, pois ao inserir algo no canal auditivo corre-se o risco de perfurar o tímpano. Além disso, a remoção do cerúmen deixa a orelha média e a orelha interna à mercê de organismos que podem ali se desenvolver causando infecções como a otite. Quanto mais se retira cera do ouvido, mais cera as glândulas sebáceas produzem, e a falta ou o excesso de cera no ouvido pode causar doenças como eczema do meato acústico externo, otite externa micótica e exostoses e osteomas do meato acústico externo.

Os médicos recomendam que se limpe apenas a aurícula que é a parte externa da orelha, e que se evite colocar no canal auditivo hastes flexíveis, tampas de caneta, chaves, entre outros, porque esses objetos podem acarretar uma infecção de ouvido, a otite.


Paula Louredo
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MORAES, Paula Louredo. "Cera do ouvido"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/biologia/cera-do-ouvido.htm>. Acesso em 27 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA