Topo
pesquisar

Características gerais dos vírus

Biologia

Os vírus são organismos que não possuem célula e não são capazes de reproduzir-se sozinhos. Por essa razão, alguns pesquisadores não os consideram seres vivos.
PUBLICIDADE

Causadores de inúmeras doenças, os vírus são muito temidos por todos. Acelulares, medem cerca de 200 nm e só podem ser vistos com microscópio eletrônico. Alguns cientistas não os consideram seres vivos, pois eles não têm a capacidade de se reproduzir sozinhos, dependendo de alguma célula viva de animais, de plantas ou de bactérias. Em seu interior, encontramos uma cápsula proteica denominada de capsídeo. No interior do capsídeo, há ácido nucleico, que pode ser DNA (ácido desoxirribonucleico) ou RNA (ácido ribonucleico) ou, então, os dois tipos.

Príons e viroides

Quando estudamos os vírus, não podemos nos esquecer de citar dois agentes infecciosos que são bem mais simples do que eles: os príons e os viroides. Os príons são partículas proteicas infecciosas que, uma vez na corrente sanguínea, acumulam-se nas células nervosas, causando a morte delas. Causam encefalopatias como a doença da vaca louca. Os viroides são formados por RNA e afetam somente vegetais.

Ciclo reprodutivo dos vírus

Os vírus só infectam células que tenham certa especificidade entre a membrana plasmática lipoproteica da célula e as proteínas do capsídeo do vírus. Os vírus possuem dois tipos de ciclos reprodutivos: o ciclo lítico e o ciclo lisogênico.

No ciclo lítico, a célula é infectada e os vírus comandam todo o processo reprodutivo em seu interior, deixando a célula totalmente inativa. O vírus assume o metabolismo da célula e pode produzir até 200 vírus, provocando lise celular. Os vírus que foram produzidos atacam outras células e recomeçam o ciclo.

No ciclo lisogênico, o ácido nucleico do vírus entra no núcleo da célula e incorpora-se ao ácido nucleico celular. O vírus, então, começa a participar das divisões celulares. À medida que a célula sofre mitoses, a carga viral é repassada às células-filhas, infectando todo o organismo.

Infecções virais

Os vírus mais estudados e conhecidos por atacarem somente bactérias são chamados de bacteriófagos. Esses vírus possuem somente DNA viral em seu interior.

Existem vírus que atacam plantas e causam prejuízos à agricultura. Outros vírus atacam animais e são responsáveis por várias mortes e epidemias em todo o mundo. Algumas doenças que são causadas por vírus são: gripe ou resfriado, poliomieliteraivahepatite ABCD e E, herpesdenguefebre amarela, saramporubéolacataporacaxumba e Aids.

Quando o vírus entra no interior do organismo, este começa a produzir anticorpos para combatê-lo. O organismo passa a “reconhecer” (memória imunológica) esse vírus e, se a pessoa entrar em contato com ele novamente, o corpo automaticamente o combate.

Para algumas doenças que são causadas por vírus, é possível produzir vacinas. A vacina nada mais é do que vírus mortos ou atenuados que, em contato com o organismo, induzem a produção de anticorpos. Se o organismo entrar em contato com aquele tipo de vírus, ele já terá anticorpos específicos para combatê-los e o organismo não será prejudicado.


Por Paula Louredo
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MORAES, Paula Louredo. "Características gerais dos vírus"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/biologia/caracteristicas-gerais-dos-virus.htm>. Acesso em 31 de agosto de 2016.

Fotomicrografia do vírus causador do Ebola
Doenças e patologias Ebola
Aedes aegypty: mosquito transmissor da febre amarela nas cidades.
Doenças e patologias Febre Amarela
 Lesões típicas da catapora
Doenças e patologias Catapora
O mosquito transmissor da dengue (e também da febre amarela).
Doenças e patologias Dengue
Estrutura básica de um Vírus
Biologia Vírus
Os mosquitos do gênero <i>Aedes</i> estão relacionados com várias doenças, como a Febre Zika
Doenças e patologias Febre Zika
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA