Topo
pesquisar

Araucária

Biologia

A araucária é uma espécie arbórea da família Araucariaceae que por diversos anos foi explorada indiscriminadamente.
As araucárias são plantas encontradas na região Sudeste e Sul do Brasil
As araucárias são plantas encontradas na região Sudeste e Sul do Brasil
PUBLICIDADE

A araucária (Araucaria angustifolia) é uma espécie arbórea de gimnosperma pertencente à família Araucariaceae que é encontrada na região Sudeste (Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo) e Sul (Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina) do Brasil. Apresenta outros nomes populares, sendo conhecida também como pinheiro-do-paraná, curi, pinheiro-brasileiro e pinho-do-paraná.

A Araucária pode atingir uma altura de até 50 metros e, quando adulta, apresenta uma copa que possui formato semelhante a uma taça. Seu tronco é reto e com ramificações apenas na região do topo. As folhas do tipo agulha (acículas) apresentam coloração verde-escura e não caem durante o inverno. Além disso, essa espécie detém cones, que são espécies de flores dessas plantas. O cone feminino recebe o nome de pinha, que é onde se desenvolvem as sementes.

Essa espécie vive cerca de 200 anos, sendo que a produção de sementes inicia-se após o vigésimo ano em habitat natural. Essa árvore nativa do Brasil foi, por muitos anos, alvo da exploração indiscriminada e, por isso, hoje é considerada uma espécie ameaçada de extinção. A planta pode ser usada para variados fins, incluindo-se o artesanato e o uso medicinal.

A semente, também conhecida por pinhão, é uma rica reserva energética, constituída principalmente por amido, proteínas e lipídios. Ela é muito usada na alimentação, tanto de homens quanto de alguns animais silvestres e domésticos, como porcos. Além disso, ela é usada tradicionalmente no combate à azia e anemia. As folhas e a casca também são utilizadas na medicina popular.

O pinhão é uma importante fonte nutritiva para diversos animais, incluindo o homem
O pinhão é uma importante fonte nutritiva para diversos animais, incluindo o homem

A madeira dessa planta apresenta coloração amarelada e o cerne não se diferencia significativamente do alburno. Ela é usada principalmente para fabricar caixas, ripas, lápis, compensados, pranchas, palitos de fósforo, tábua de ressonância dos pianos, entre outros.

Além dessas utilizações, a araucária também pode ser usada na produção de papel, e os nós de pinho (segmento de galho embutido no tronco) servem como substituinte do carvão mineral. A resina dessa árvore também é muito utilizada na indústria por fornecer alcatrão, óleos e outras substâncias. A araucária também pode ser usada no reflorestamento e no paisagismo.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Araucária"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/biologia/araucaria.htm>. Acesso em 11 de dezembro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA