Topo
pesquisar

A cor da pele na espécie humana

Biologia

PUBLICIDADE

A cor da pele humana é determinada por uma herança quantitativa genética, caracterizada por dois pares de genes alelos localizados em cromossomos não homólogos, ou seja, um par aleatoriamente indicado por Aa e outro Bb.

Proporcionalmente, os genes dominantes A e B codificam maior produção de melanina na pele em oposição aos respectivos alelos recessivos a e b. A interação entre os quatro tipos proporciona efeitos variados, recebendo os dominantes à denominação de genes efetivos ou aditivos, enquanto os recessivos contribuem apenas para formar uma quantidade mínima de pigmentos melanínicos.

- Quanto maior a proporção de genes dominantes e menor de recessivos na pele, maior a quantidade de pigmentação, sendo a epiderme mais escura;

- Quanto menor a proporção de genes dominantes e maior de recessivos na pele, menor a quantidade de pigmentos, e a epiderme mais clara.

Genótipos

Fenótipos
(cor da pele)

AA BB

Negro

AA Bb ou Aa BB

Mulato escuro

AA bb, aa BB ou Aa Bb

Mulato médio

Aa bb ou aa Bb

Mulato claro

aa bb

Branco

Exemplificação de dois cruzamentos: o primeiro entre indivíduos homozigóticos, um dominante e o outro recessivo (geração P), e o segundo entre indivíduos heterozigóticos (geração F1).

1° cruzamento
                           Geração P→   AABB (negro)   x   aabb (branco) 
                           Descendentes→ 100% AaBb (mulato médio)
2° cruzamento
                           Geração F1→   AaBb   x   AaBb

Gametas

AB

Ab

aB

ab

AB

AABB

AABb

AaBB

AaBb

Ab

AABb

AAbb

AaBb

Aabb

aB

AaBB

AaBb

aaBB

aaBb

ab

AaBb

Aabb

aaBb

aabb

Proporção fenotípica para os descendentes da geração F1:

1 (negro) / 4 (mulato escuro) 6 (mulato médio) / 4 (mulato claro ) / 1 (branco)

Observação: O albinismo, ausência total de melanina, é provocado pela ação de um outro gene, independente dos mencionados.

Por Krukemberghe Fonseca
Graduado em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

RIBEIRO, Krukemberghe Divino Kirk da Fonseca. "A cor da pele na espécie humana"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/biologia/a-cor-pele-na-especie-humana.htm>. Acesso em 09 de dezembro de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA