Topo
pesquisar

Manoel Joaquim de Macedo

Biografia

PUBLICIDADE

Compositor, regente e violinista brasileiro nascido em Cantagalo, patrono da Cadeira n. 21 da Academia Brasileira de Música.(Ver Villa-Lobos). Estudou no Real Conservatório de Bruxelas, Bélgica, onde foi aluno em harmonia e composição de François-Joseph Fétis, e em violino de Hubert Léonard e Henri Vieuxtemps, e obteve Medalha de Ouro. Foi spalla da Orquestra do Covent Garden, de Londres e retornando ao Brasil (1871) foi nomeado, por Pedro II, Mestre da Capela Imperial, no Rio de Janeiro.

Escreveu a opereta Antonica da Silva, encenada no Teatro Fênix Dramática (1880). Três anos depois (1883), mudou-se para Cataguazes Minas Gerais, onde intensificou sua produção como compositor. Passou depois longa temporada na Bélgica, com bolsa de estudos. Autor da ópera Tiradentes, apresentada em forma de oratório, em Belo Horizonte (1896) de oito concertos para violino e orquestra, o poema sinfônico Floriano Peixoto, música de câmara, canções, faleceu em Cataguazes, Minas Gerais. Apresentou o prelúdio de sua ópera Tiradentes (1910) na Bélgica, por Alberto Nepomuceno, no Festival de música brasileira, na Exposição Internacional de Bruxelas.

Fonte: http://www.dec.ufcg.edu.br/biografias/

Ordem M - Biografia - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

COSTA, Keilla Renata. "Manoel Joaquim de Macedo"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/biografia/manoel-joaquim-de-macedo.htm>. Acesso em 27 de setembro de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA